rede arquitetos

+55 85 3215.4564
contato@redearquitetos.com

fortaleza . ceará . brasil
rua marcos macedo . 1333
sala 1816 . torre 2 . aldeota

© 2019 por rede arquitetos

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
 

 

BLOCO DIDÁTICO - CAMPUS AVANÇADO UFC CRATEÚS

Autores: Bruno Braga, Bruno Perdigão, Igor Ribeiro e Epifanio Almeida em parceria com Croqui Projetos (Custódio Santos e Renan Cid);

Colaborador: Luiz Cattony (estagiário)

Coordenação Geral: Neudson Braga 

 

Fotos: Igor Ribeiro.

Crateús - CE, 2012/2019

 

O bloco didático do campus da Universidade Federal do Ceará no município de Crateús é a segunda parte construída do conjunto previsto pelo plano diretor desta unidade acadêmica, dando sequência ao bloco administrativo que também é pórtico de entrada do campus. Esta segunda edificação é dividida em duas partes muito claras e complementares: uma cujo programa é voltado às atividades de ensino, pesquisa e extensão da Universidade – módulo educacional –, e outra destinada à convivência e serviços complementares para os alunos, professores e servidores – módulo de convivência.

 

O módulo educacional está disposto em um volume construído retangular de dois pavimentos, composto por duas alas de salas de aula, laboratórios, biblioteca e serviços, que se voltam para um grande vazio central. No térreo, este vazio serve de percurso coberto que vai conectar os diversos módulos – dando continuidade ao vazio do pórtico de entrada do campus –, além de contar com bancos e escadas de acesso ao pavimento superior, onde duas passarelas conectam as alas. Externamente, estas alas são protegidas por um conjunto de brises verticais com distintas inclinações. Já a área de convivência se divide em um trecho mais fechado onde se concentram os ambientes, como cantina, gráfica e outros serviços, e uma parte aberta que se volta para o exterior do edifício, com um programa sem uso definido.

 

Este conjunto recém edificado é formado por dois módulos do programa educacional, interligados por um módulo de convivência. Este é formado por dois trapézios espelhados que, juntos, geram um ângulo de 30 graus, dando continuidade ao percurso e gerando uma inflexão que serve para ir adequando o sistema de módulos às condicionantes de implantação, evitando também um percurso muito longo e retilíneo.

 

A estrutura do conjunto edificado é mista, sendo composta por concreto armado nas alas e por uma estrutura metálica no vazio central e na parte aberta do módulo de convivência, sem a necessidade de apoios interrompendo o percurso interno. O clima semiárido foi fator determinante na materialidade e solução formal, tanto pelas estratégias de proteção da insolação direta através dos brises (nos módulos educacionais) e cobogós e janelas reduzidas (no módulo de convivência) e utilização da cor branca para reflexão do calor, mas que também funciona como solução econômica, de fácil manutenção e que tira proveito da luz como principal destaque do edifício. Mais do que formas complexas, as inflexões, relações de cheios e vazios e as inclinações variáveis dos brises do módulo educacional vão gerando um espaço rico em luz, que varia de acordo com a posição de quem observa e do horário do dia.

 

Assim, o bloco didático do campus da UFC em Crateús é mais do que um edifício encerrado em si, com caráter objetual, e sim parte de um sistema de módulos flexíveis, capaz de passar por mudanças, ampliações e apropriações dos generosos espaços vazios ao longo do tempo.